terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

SHANTALLA - massagem para bebês

INFORME-SE antes de JULGAR
Quero explicar porque do nome Santalla está ligado a prática de massagens nos bebês.
Estava ministrando em uma conferência no Recife, e falando sobre o tema do berçário, ensinava sobre a importancia da massagem no bebê, uma professora da platéia levantou a mão e preocupada me perguntou sobre a Shantalla e se esta prática era esotérica. Por isso creio que esta dúvida deve ser a de centenas de professoras, mães e irmãos em Cristo.
Vamos por parte, primeiramente a massagem é uma prática comprovada por pesquisas médicas que só traz beneficios as crianças, para sua saúde física tanto como emocional. Quem não gosta de uma massagem? Eu adoro ser massageada nos ombros e pescoço, é a região mais dolorida no meu corpo, devido o tempo que fico escrevendo no computador. Massagem é uma delícia e só faz bem, imagine então o bebê, deve sentir muito prazer em ser massageado por sua mamãe.
Shantalla
O médico francês Frédérick Leboyer foi o responsável por introduzir no dia-adia de muitas mães, a arte hindu de massagear as crianças aprendida com Shantalla.
Leboyer, mais poeta que médico, descobriu Shantalla durante uma viagem à Índia. Encontrou-a em meio a uma enorme favela, em Calcutá, onde trabalhavam dois amigos seus. Por dias, fotografou a moça (paralítica) que massageava seu bebê todas as manhãs, aproveitando o sol.
E ensinou a muitas outras mães, através de seus livros (Shantalla, uma antiga arte de massagem, publicado no Brasil pela editora Ground), os segredos e a forma da massagem como lhe foram transmitidos.


Shantalla é o nome de uma mãe indiana que massageava todas as manhãs o seu bebê

O médico Leboyer trazendo consigo esta experiência, a transformou em uma técnica de massagem para bebês, e em homenagem a mamãe Shantalla colocou o seu nome,nada mais justo pois o médico aprendeu tudo com ela.

A idéia é fornecer o que é fundamental para as crianças: contato, amor, carinho. Através da comunicação entre a mão e a pele (e mãe e filho), feita silenciosa e atentamente, como exige toda prática corporal, surge um novo relacionamento, cheio de amor e alegria, onde o aperfeiçoamento e o cuidado se revelam, claros como o sol da manhã.

Em síntese esta técnica de massagem nada tem de esotérica, cada um a utiliza como quer e bem entende,claro que há especialistas, fisioterapeutas, etc... que incluem na Shantalla práticas esotéricas, mas aí já é um problema deles com Deus e um dia darão conta de tudo a Jesus...

O que nos importa é a prática da massagem para abençoar os bebês ( corpo-alma -espírito), as mãos são instrumentos de benção, Deus criou tudo com perfeição, diz a sua palavra em Gênesis que ao finalizar toda a sua criação, Ele viu que tudo isso era bom ( Gen 1:25 b)

O toque de nossas mãos é algo muito abençoador, me faz pensar naquela passagem onde Jesus abençoa as crianças, lembra-se?? em Marcos 10:13 a 16, depois da bronca nos discípulos para que deixassem as crianças irem até ELE, Jesus finaliza abençoando cada uma, e ELE não fez isso em cima de um púlpito ou palanque, ou somente com suas palavras, ele poderia se quisesse, mas observe o texto no verso 16, ele tomou as crianças nos braços e impondo-lhes as mãos as abençoava. Que lindo!! Ele gastou seu tempo com as crianças, sua mão tocou uma a uma para abençoá-las.

Agora pense comigo, o toque das mãos de quem ama já é terapêutico por natureza, imagine mãos ungidas, como as suas e as minhas, mãos ungidas por Deus, debaixo do mover do Espírito Santo podemos através de uma simples massagem abençoar a vida de tantos bebês que passam por nossas mãos no berçário,não é mesmo?
*****
Toda a terra e sua plenitude pertence ao Senhor Jesus, satanás não é autor de nada e nem mesmo dono de nada... ele é usurpador isso sim, por isso todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm, a massagem aos bebês convêm, é benção, por isso explique isso a sua equipe, aos pais, principalmente as mães, para que não tenham um julgamento errado e privem os seus bebês de serem massageados, é bom demais e é uma benção!!!!
***
Uma dica: No berçário de sua igreja, ao invés de ficar colocando o papo em dia com a irmazinha, faça massagem em um bebê, com um óleo bem cheiroso, por exemplo da Natura bebê, e durante a massagem cante louvores, converse com ele, ore pelo bebê, você verá os resultados...

Claudia Guimarães



13 comentários:

Leila Barros de Mattos Vasconcellos disse...

Oi Cláudia!
Obrigada por esse esclarecimento!
Sempre achei o máximo essa interação entre mãe e bebê através da massagem e do tempo que é compartilhado nesse momento.
Desde a primeira vez que vi em um programa de TV uma demonstração de Shantalla, amei a idéia.
Porém, sempre tive a mesma dúvida por causa do nome.
Pois é, amiga! Louvo ao Pai porque está havendo uma quebra de paradigmas, um novo entendimento entre o Seu povo.
Os muros da ignorância estão caindo e os Filhos estão verdadeiramente sendo livres!
Mais uma vez, obrigada!
Bjs

Anônimo disse...

Oi Claudia que tremendo tbm achava que o nome Shantalla estava relacionado a algo esotérico tbm que ignorância!!!!Bem ...lá no nosso berçário ainda não fazemos essa massagem,mas queremos fazer,já ungimos os bebês assim que entram,penso em passar óleo e massagea-los profetizando na vida deles!!Acho tbm muito legal passar as mãos e os pés deles em objetos com texturas diferentes !!!
Deus abençoe!!!!
bjo Adriana Lucia

Liliane Chaves disse...

Olá Pra Cláudia,
Estou fazendo o curso a distância.Estar sendo muito bom essas novas informações, pois passei a ter uma visão mais ampla de berçário.Graças pela sua vida.Li os temas,todos foram muito bons. Gostaria de compartilhar sobre o da ( Massagem) Não havia dado conta o quanto é importante, e as informações que tive sobre ela abriu muito a minha mente.
Louvo a Deus pela sua vida e pelo o que tenho aprendido atraves deste curso , estou amando. Que Deus lhe abençoe.
beijos!!!
Liliane Chaves

Anônimo disse...

Oi, Cláudia e colegas!
Sempre li alguma coisa sobre a Shantalla, mas nunca fiz no meu bebê. Ao ler este artigo me arrepiei pensando em como seria precioso impor as mãos sobre ele e massageá-lo, abençoando-o. Muito obrigada.

Anônimo disse...

Obrigada!!!Pois a psicóloga da minha filha me orientou sobre a Shantala, mas eu tinha muitas dúvidas!!!

Liliane disse...

Gostei muito das explicações, pois eu não sabia como tinha surgido esta técnica de massagem. Eu também adoro ser massageada! É tão relaxante, principalmente depois de um longo dia de trabalho. Acredito que os bebês também devam sentir prazer com este contato e aumenta a nossa intimidade com eles. Tudo fica ainda mais gostoso se inspirados por Deus. Deua a abençoe!

Fátima disse...

Oi Cláudia,
Estou fazendo o curso a distância, esta sendo muito interessante, estou tendo uma nova visão sobre o ministerio com os bebês e as grávidas, não deixando de fora o berçario, que é facinante o assunto, toda vez que tem uma nova leitura sobre um assunto a descoberta é maravilhosa.
Sobre a massagem no bebê á facinante a importância do contato com o bebê e deve ser prazeroso para ele também.
Louvo a Deus a oportunidade que Ele esta me dando em participa deste curso.
Fátima

Anônimo disse...

Olá, pra. Claudia!
Achei o máximo este artigo pois quebrou realmente um preconceito que tinha sobre a Shantalla. Realmente muitos pessoas esotéricas distorceram esta técnica inserindo yoga e chacras no meio! Graças a Deus pela Luz da Palavra de Deus que nos permite observar tudo e reter o que é bom, amém!!! Experimentei na prática o quanto o toque para o bebê é importante pois meu filho nasceu prematuro e realizamos com ele o "projeto canguru" onde o bebê sente o calor dos pais e isso acelera a melhora dele na UTI. Demais! Aplicarei no berçário na igreja! Obrigada! Itaicy Pires

Claudia Guimarães disse...

Queridas irmãs

Glória a Deus pela vida de cada uma de vocês,que possamos abençoar muitos bebês e suas famílias com orientações bíblicas e práticas que só vem a acrescentar. Um grande abraço para todas!

Lincoln disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carla Succar disse...

Como é importante nos orientarmos a cerca do que podemos fazer para beneficiar nossas cranças e principalmente o berçário na igreja de Cristo. Estou fazendo o curso a distância e estou totalmente grávida desta novidade de vida em que podemos abençoar os pequenos no tempo que temos com eles no berçário. Quantos anos de iguinorância espiritual, que Deus nos abras os olhos para pordemos ver o quanto podemos abençoar e a Shantala é sem dúvida mais uma benção para nós, servos e os pequenos com seus pais. Estou me preparando para dar inicio a este trabalho ensinando aos pais esta ferramenta tão importante que podemos e devemos usar. Obrigada por suas orientações, espero em breve contribuir com as minhas informações. Achei uma irmã que é fisioterapeuta e está ministrando o curso de Shantala aqui no Rio para o berçário, caso se interessem só entrar em contato com ela: geracaopibcopa@gmail.com
Que Deus abençoe a boa obra de nossas mãos!!!

Rosângela Dias Santana disse...

Muito, muito bom! Deus a abençoe a cada dia e que o nosso amigo fiel, o Espírito Santo de Deus, nos capacite, nos dê sabedoria, nos proteja sempre em nome de Jesus!
Na nossa próxima reunião pedagógica, do nosso ministério infantil, passarei este blog como fonte de pesquisa para os professores do nosso berçário, que iniciamos este ano para HONRA E GLÓRIA DO SENHOR!Somos um aprisco pequeno porém compromissado com a Obra e o ensino da Palavra,Aleluia!

KeylaCastro disse...

Olá Cláudia, a paz do Senhor!
Meu nome é Keyla e estou fazendo o curso a distância, a bem da verdade começando agora.
Esse artigo me chamou muita atenção, pois sempre quis aprender a fazer essa massagem nos meus filhos. Acho muito importante a interação mãe/bebê e também como podemos ter esse mesmo tipo de interação com os bebês dos nossos berçários. Gostaria de pedir, se possível, que você me avisasse quando for dar curso de Shantalla ai na sua cidade, pois gostaria de participar!
Agradeço muito!!
Fica na paz!
Keyla

Massagem para bebês